Trabalhei no Rock in Rio, bebê!

notrailer_rockinrio_1

Sabe quando você vivencia algo muito incrível e fica com a sensação que em algum momento você vai acordar daquele sonho? O final de semana passado foi assim pra mim e até agora é difícil cair a ficha que aquilo tudo realmente aconteceu comigo.

Como mencionei no post sobre o Amazonia Live, a ONG em que eu trabalho faz parte do projeto de restauração florestal que o Rock in Rio desenvolveu e foi convidada para exibir durante o festival o filme “Fogo na Floresta” que foi gravado em realidade virtual no Xingu e retrata as dificuldades cotidianas dos índios Waurá com a aceleração do fogo no entorno do Parque Indígena do Xingu (PIX).

notrailer_fogonafloresta

Como muitos de vocês sabem eu acredito muito em destino, que você deve entregar as coisas na mão do universo e que se for para o seu bem, ele fará com que as coisas aconteçam. A minha vida inteira sempre foi assim e cada vez mais eu tenho certeza disso. Digo isso tudo porque eu não estava escalada para trabalhar no #RiR, pois nossa equipe no instituto é bem grande e como é inviável levar todos os funcionários foram divididas duas equipes para trabalhar no festival. Faltando alguns dias para o início do festival foi decidido que precisavam de mais uma pessoa na equipe do último final de semana: Pode entrar, Mariana Hessel!

Como recentemente já havia passado mal de ansiedade com o ensaio do “Projeto Eu, gorda” eu comecei a controlar meu nervosismo desde que soube da notícia então decidi não contar pra ninguém pois quanto mais pessoas ficassem sabendo com antecedência, mais ansiosa eu ia ficar e eu num podia ter um treco lá né, bebê?

Guardar segredo da viagem foi bem essencial para aguentar meu nervosismo, só fui ficar ansiosa mesmo na sexta feira antecedente da viagem, principalmente porque só via notícias terríveis sobre os tiroteios no Rio de Janeiro e isso foi me deixando bem tensa pois essa foi minha primeira viagem sozinha, 100% alone no avião e minha mãe não ia poder nem me levar no aeroporto. Conclusão? Não dormi hahaha Agendei o táxi para 4h20, cheguei plena e nervouser em Congonhas às 4h50. Sabe que horas era o meu voô? SETE E VINTE CINCO. Isso que é ansiedade, bebê! Mas eu amo chegar com antecedência quando estou ansiosa pois vou me acostumando com o ambiente e vou fazendo tudo com calma, dei rolê, comprei um livrinho infantil mara sobre a Amazônia…

notrailer_rockinrio_livroamazonia

Foi tudo bem mais tranquilo do que eu imaginava, o vôo é tão rápido que nem consegui terminar o episódio de The Big Bang Theory 😦

O translado do aeroporto também foi super de boas, muita gente me disse pra não usar Uber no RJ mas eu sou bem escorpiana teimosa, usei e AMEI DEMAIS o atendimento dos motoristas.notrailer_rockinrio_2

Cheguei no apartamento umas 9h da manhã, fui tomar café da manhã com a minha chefe xará, e como já estava de maiô por baixo da roupa e com a bolsa da praia prontíssima, fui direto procurar a balsa que ia até a praia. Infelizmente a balsa é tão rápida que não consegui tirar foto mas preciso dizer que me senti muito na abertura de CSI Miami quando pisei nela e atravessei o rio HAHAHAHA.

Já cheguei na praia da Barra lançando moda. Sou daquelas que quando vai para uma cidade litorânea e para a praia TEM QUE IR NO MAR. O mar tava super bravo, puxando muito mas é claro que isso não é empecilho nenhum for me, né? Dei dois mergulhos de boa mas no terceiro a onda me fez dar uma cambalhota top e ralar meu cotovelo nas pedras e conchas. Desfecho? Um machucado topíssimo de lembranças da minha mãe Yemanjá ❤

Um pouco mais tarde o pessoal do meu trabalho, do Programa Xingu, chegou no quiosque para almoçarmos e aproveitar mais um pouquinho a praia.

Retornamos para o apartamento com um tempo bem curto mas nos arrumamos super rápido (bem the-fash mesmo), e conseguimos pegar a van para a Cidade do Rock. Como o meu turno só iniciava às 19h consegui dar uma volta pelo #RiR antes de começar a trampar mas É MUITO GRANDE AQUILO!!! Sério gente, é surreal a imensidão daquele lugar e o tanto de coisa que acontece ao mesmo tempo então se você quer uma dica da Tia Hessel é: vá com tempo e explore tudo o que puder ali, aproveite cada segundo! Foi isso o que eu fiz, mesmo tendo pouco tempo para dar rolê eu consegui ver praticamente tudo o que estava acontecendo e aproveitar cada momento do festival, mesmo estando lá para trabalhar!

notrailer_rockinrio_3

O stand do Amazonia Live estava localizado com uma visão privilegiada para o Palco Mundo, o palco principal do festival. Estavamos em duas organizações diferentes: o ISA, onde eu trabalho, e a Conservação Internacional (CI) exibindo dois filmes gravados em realidade virtual na Amazônia, levando o público do festival para conhecer mais de perto a realidade dos povos indígenas com os impactos ambientais e engajando todas essas pessoas a abraçar essa luta que envolve o futuro de todos nós.

notrailer_rockinrio_4

No primeiro dia o line up do palco mundo contava com Titãs, Incubus, The Who e Guns n’ Roses. Sinceramente acho que esse dia foi bem histórico porque o Axl simplesmente cantou 35 músicas e só o show do Guns durou cerca de 4 horas sem parar!!! Fiquei bem impressionada e assistimos tudo de camarote! Bem phynos!

Chegamos no apartamento cerca de seis da manhã, dormi por umas três horas e acordei plena para tomar banho, me arrumar, customizar a camiseta, me maquiar e tomar um café da manhã caprichado e pegar a van ao 12h para trabalhar no primeiro turno do domingo e conseguir ver meu Jared Leto de boas ❤

notrailer_rockinrio_5.jpg

Como chegamos lá mais cedo do que nossos turnos de trabalho e antes que os portões abrissem para o público geral, dava pra curtir um pouco mais, porém eu inventei que queria fazer tranças no meu hair. O evento contratou um salão de beleza do Rio de Janeiro para fazer o cabelo dos funcionários do evento. A única questão é que demorou bastante pois quem era “staff” ou da “equipe de apoio” passava na sua frente pois eles eram prioridade no evento então sempre quando chegava minha vez chegava umas 3 meninas de roxo e acabavam passando na minha frente, então isso acabou me atrasando (e me irritando também hahaha). Uma das meninas do apoio ficou com tanta dó de mim que me deu até um pin do Rock in Rio e eu quero muito agradecer ela mais uma vez por esse gesto por meio desse post ❤

Finalmente de tranças, eu tava pronta pra trampar! Fiquei na posição na qual chamamos de “encantadora” onde conversava com o público sobre o projeto e os filmes que estávamos exibindo em realidade virtual. Também ficava segurando a bandeira da Amazonia Live, erguida pela rainha Gisele Bündchen na abertura, e um totten onde a pessoa podia tirar foto com a #EuFuiProXingu ou #EuFuiPraAmazônia.

notrailer_rockinrio_6

notrailer_rockinrio_8

Consegui emendar meu horário de pausa (1 hora) com o fim do meu turno e isso foi suficiente para eu conseguir aproveitar o restinho do domingo antes de começar os shows principais do Palco Mundo. Fui conhecer a outra parte que eu ainda não tinha conseguido ir então visitei a loja oficial, o palco Uber, a arena de games e tentei conhecer o Marcelo Hessel, mas não obtive sucesso em encontrá-lo por lá 😦

notrailer_rockinrio_11

notrailer_rockinrio_12

notrailer_rockinrio_10

notrailer_rockinrio_13

notrailer_rockinrio_14

Retornando ao palco mundo, durante o show do The Offspring eu tentei chegar até o meio da multidão mas sinceramente vi que não valia a pena ficar por ali pois quase não conseguia enxergar o telão pois os rapazes da minha frente eram muito altos, então voltei para o stand do Amazonia Live e fiquei lá até o fim do show do 30 seconds to mars, onde eu pude gritar, cantar e chorar à vontade HAHAHAHA.

Para quem não sabe, eu sou “aloka dos brindes” desde que nasci e fico muito feliz quando ganho um mimo. Sábado eu não liguei muito para brindes pois já tinha percebido que era impossível enfrentar as filas de brinde, curtir o festival e trabalhar no stand ao mesmo tempo então desencanei. Mas fiquei sabendo de um projeto de reciclagem da Heineken onde juntando 15 copos de chopp você trocava por um copo oficial da Heineken para levar pra casa. Nisso o pessoal MARAVILHOSO do meu trampo, se engajaram em conseguir o copo e juntavam todos os copos de chopp que eles bebiam para a gente trocar por um copo oficial da Heineken pra mim.

Quando me recuperei dos impactos causados por Jared Leto no meu pobre coração, fui contabilizar os copos para ver se já dava para trocar por um copo oficial. O placar era de 31 copos então iríamos conseguir DOIS COPOS OFICIAIS. Como a fila do stand da Heineken vivia cheia, aproveitei esse momento que todo mundo tava indo pro palco mundo para ir contra fluxo e pegar o stand mais vazio. No meio do trajeto eu fui conseguindo mais e mais copos descartáveis. O resultado foi que consegui 72 copos descartáveis e troquei eles por QUATRO COPOS OFICIAIS!!! Você quer determinação, @ ?

Com os tão desejados copos na mão eu estava ilhada do outro lado da Cidade do Rock e era impossível retornar ao stand tão cedo. Aproveitei o momento de solidão para comer uma Domino’s Pizza e fui surpreendida com o stand da Maloca Manaus ao lado de onde eu estava. Acabei me esquecendo de mencionar mas desde antes de saber que eu ia para o Rock In Rio, assisti alguns tours que alguns youtubers fizeram pela Cidade do Rock e vi que existia um stand sobre Manaus que estava fazendo pintura corporal e distribuindo alguns colares de sementes. Desde que pisei na Cidade do Rock fiquei determinada em encontrar esse stand mas não achava e todo mundo confundia ele com o da Amazonia Live, então chegou um momento que eu desisti de procurar e simplesmente joguei na mão do universo.

Pois então, bem no meu momento de isolamento eu encontrei o stand bem diante dos meus olhos. Quando entrei o pessoal já estava guardando as coisas e aí comecei a conversar com o pessoal da desmontagem dizendo que era uma pena eu ter descoberto o stand só no final do evento e que acabei perdendo a pintura corporal com jenipapo e o colar de sementes. Nisso o tatuador de Manaus, Afrânio, escutou e me deu o último colar de sementes que ele tinha consigo – minha gratidão por esse gesto Afrânio, estou usando esse colar com muito carinho e vou guardá-lo para sempre!

Saindo da “Maloca Manaus” decidi enfrentar a multidão e retornar pro stand do Amazonia Live. Dessa vez como eu estava indo para o mesmo sentido da multidão foi bem mais díficil porém cheguei à salvo no stand e portando os tão desejados copos oficiais da Heineken HAHAHAHA. O mais legal foi que como consegui quatro copos, todo mundo que colaborou juntando os copos descartáveis conseguiu levar um copo oficial pra casa!

Curtimos todos juntos o restante do show do Red Hot e assistimos a última queima de fogos do Rock In Rio, que é uma das coisas mais emocionantes que já presenciei na minha vida.

notrailer_rockinrio_25

esse réveillon quero assistir os fogos da Cidade do Rock de novo! #RockInRio rainha #Reveillon nadinha HAHAHA

Da última vez que fui pro Rio, em 2015 pra conhecer o Projac, fui atacada com uma chuva de fogos de artifício (Vasco X Botafogo) que atingiu até o meu pé (tem vídeo nosso fugindo dos fogos pela praia deixando todos os nossos pertences todos pra trás). Dessa vez parece que o jogo virou…

notrailer_rockinrio_23

notrailer_rockinrio_24

Levo pra casa muito mais do que lembranças. Esse final de semana foi sem dúvidas uma das melhores experiências e oportunidades que já vivenciei na minha vida. A energia do Rio me fez um bem danado! Nitidamente eu voltei outra pessoa e todo mundo ao meu redor reparou e está me dizendo isso.

Minha gratidão por esse novo ciclo que se inicia na minha vida e MUITO OBRIGADA ISA por me permitir tantas coisas incríveis, obrigada a cada um de vocês que vivenciaram essa viagem ao meu lado: é uma honra imensa participar desse time! ❤

notrailer_rockinrio_27

notrailer_rockinrio_26

eu acredito em um mundo melhor e faço a minha parte para protegê-lo. grandes mudanças começam com pequenas atitudes: dê o primeiro passo e abrace essa luta que é de todos nós! Respeitar a natureza é o mínimo que devíamos fazer e é muito triste ver nosso egoísmo impactar um dos nossos maiores tesouros.

Repense a comida que você desperdiça, a água potável que você jogou fora, o tanto de embalagem e lixo que você produz e acumula… sempre existem outras alternativas e quanto mais cedo a conscientização acontecer mais rápido a gente consegue recuperar os danos e garantir um FUTURO. 💜#AmazoniaLive

notrailer_rockinrio_7

ps: Quando eu digo que eu vou contar uma história eu conto tudo nos mínimos detalhes então esse post ficou realmente enorme pois é toda a minha memória desse final de semana incrível. Se você leu tudo e chegou até o final, comenta aqui embaixo! Estou super curiosa para saber se você leu, o que você achou, etc.

beeeijos,
Mari Hessel

 

 

Anúncios

Amazonia Live, o projeto do Rock In Rio para recuperar nossas florestas

17353226_782115638608773_7554213896671178535_n

Amanhã começa a sétima edição do Rock In Rio, um dos maiores eventos de música e entretenimento do mundo. Além do line-up recheado de atrações incríveis, o festival é reconhecido por sua responsabilidade e sustentabilidade.

O Amazonia Live, é um projeto social lançado ano passado pelo Rock In Rio que promove um grande incentivo para a conscientização e engajamento da população para refletir sobre o futuro: “Mais do que Árvores, Vamos Plantar Esperança”.

O desmatamento das nossas florestas está cada vez mais acelerado e isso afeta diretamente o equilíbrio da natureza e do clima. Por meio da música, o festival decidiu incentivar o apoio do público às causas ambientais e se uniu com a Funbio, o ISA (meu trampo ❤ ) e a Rede de Sementes do Xingu, para restaurar as áreas desmatadas nas cabeceiras e nascentes do Xingu.

Com o objetivo de plantar 1 milhão de árvores, o plantio inaugural do projeto reuniu cerca de 50 pessoas (entre elas: indígenas, agricultores familiares, pesquisadores e parceiros) para formarem um grande mix de sementes, chamado de Muvuca, e plantarem o futuro com suas próprias mãos. Mais informações sobre o plantio.

Sete meses depois, à convite do RiR o Gusta Stockler foi conferir o processo da restauração e o crescimento das árvores plantadas, e documentou tudo em um vídeo maravilhoso.

Se você for comparecer ao festival esse ano não deixe de passar na área do Amazonia Live, para conhecer mais sobre a iniciativa e demonstrar o seu apoio às causa ambientais e ao futuro. Juntos podemos fazer a diferença, afinal como é dito aqui no trabalho: Socioambiental se escreve junto! ❤

21314639_880817715405231_5926512325264334579_n

Sonho realizado: EU CONHECI O GERARD WAY!

Acredito que todo mundo já teve uma paixonite por algum famoso, seja ele membro de uma boy band, ator de um filme, modelo, etc. Confesso ter bem mais de uma paixonite viu? Inclusive já até citei elas em um post aqui no blog.

Conheci o My Chemical Romance na noite de natal de 2005 quando estava procurando músicas para a festa e começou a passar Helena. Desde então passei meus dias ouvindo o “Three cheers for sweet revenge” e me tornando cada vez mais fã da banda.

O MCR me acompanhou durante a minha adolescência. Ele me compreendeu nos momentos mais difíceis mas também estava comigo em vários momentos alegres. Graças a ele consegui expressar meus sentimentos e conheci pessoas incríveis, como uma das minhas melhores amigas, Camila ❤

Acho que se eu fui realmente FÃ de marianahessel1alguma coisa nessa vida foi do My Chemical Romance. Daquelas que comprava os posters, as revistas, fazia montagens no photoshop, tinha o hit polifônico de “Welcome To The Black Parade” no celular, ficava stalkeando a vida de todos os integrantes da banda, tem um fichário cheio de coisas da banda, tem todos os cds, os dvds, foi no show com uma queimadura de segundo grau na perna…

E quando você é fã de alguém você sonha MUITO em conhecer o seu ídolo. Sempre colocava nas minhas listas “Conhecer o Gerard Way”, eu sempre soube que era uma tarefa bem impossível, ainda mais com o termino da banda, mas no fundo eu sempre sonhei que isso ia um dia acontecer.

Foi quando um dia eu tava de boas navegando no facebook e minha amiga Camila me marcou em um post sobre a vinda do Gerard Way para a Comic Con Experience 2015. QUEEEE??? Sim, isso mesmo! Calma, respira! Meu coração acelerou tanto com essa notícia que eu relia toda hora para ver se era verdade. Como sou uma pessoa muito desesperada, comprei meu ingresso na hora ( cartão de crédito seu lindo ❤ ), sem pensar duas vezes. Era um presente de aniversário adiantado em que o Gerard seria a cereja do bolo!

Sou uma pessoa que bate recordes de ansiedade, até poderia entrar pro Guiness. Na semana da Comic Con eu só pensava e sonhava com isso. Sonhava acordada né, porque eu não conseguia dormir DE JEITO NENHUM!
Comprei o ingresso para a sexta feira, o primeiro dia dele no evento. A caça ao tesouro, ou melhor caça ao Gerard, funcionava da seguinte forma: você tinha que estar entre as primeiras 150 pessoas no stand da Devir, imagina o meu desespero! Cada comentário confirmando presença na sexta feira me deixava mais aflita!!!
Cheguei no local do evento 6h da manhã. Na minha doce ilusão não teria quase ninguém lá esse horário buuut o evento é ENOOORME e tinham muitos outros famosos em stands e nos painéis. Ou seja, esse horário já tinha gente PRA CARALHO na fila! Eu só ficava torcendo para que quase ninguém ali fosse para o Gerard kkkkk Aproveitei o tempo da fila para tirar o atraso do meu sono, SIM EU DORMI NA GRADE DO EVENTO kkkkkk
Antes de continuar, eu gostaria de deixar claro que gostei MUITO da organização do evento: informações, funcionários, transporte, banheiros, praça de alimentação… MAS a parte a seguir me deixou BEM insatisfeita e #chateada
A fila começou a andar umas 9h e pouco, eu estava tranquila porque mesmo com as pessoas na minha frente, nem todo mundo ali queria ver o Gerard e eu ia conseguir minha pulseira de boas. Achei que passando a catraca já estaria no evento MAS NÃO, para chegar até o local em si ainda tem UMA BELA DE UMA CAMINHADA. Todo mundo começou a correr MUITO RÁPIDO. Para quem não sabe, eu não consigo correr.  Eu até tentei nos primeiros minutos, fui até o meu limite mas quando vi gente que estava BEM ATRÁS de mim na fila me ultrapassando meus olhos se encheram de lágrimas.
Quando chegamos ao fim da caminhada, eu já estava com o coração na mão e só restava um pouquinho de esperança. Ficamos em um tipo de “concentração” até completar o horário certinho do evento. O portão abriu e parecia SPARTA! sparta
Corri muito, mesmo não conseguindo, corri como se fosse o fim dos tempos. Para não me perder na hora do desespero, levei impresso o mapa do evento e consegui achar fácil o stand.
Na contagem se eu não me engano, eu era o número 92 da fila! Quando eu peguei minha pulseira meu olhos não aguentaram a emoção, além de sentir orgulho de mim mesma, eu estava prestes a conhecer MEU ÍDOLO!
A fila para pegar a pulseira e comprar as HQ’s do The Umbrella Academy demoraram bastante, assim que12295304_1025422010847577_1019212293344375562_n terminei por lá fui pegar a fila do Auditório Cinemark para assistir o painel do Gerard com o Gabriel Bá, comandado pelo Marcelo Hessel, isso mesmo, TINHA UM HESSEL COM O GERARD E NÃO ERA EUZINHA!
Bom, essa foi a pior decisão que eu tomei. Fiquei horas naquela fila, além de não conseguir entrar, eu não conseguia sair da fila porque as grades estavam lacradas. Eu estava bem no meio do labirinto, não tinha por onde sair, fui pedindo licença e pulando as pessoas que estavam sentadas no chão até a metade do caminho mas vi que não ia conseguir chegar até o fim e comecei a passar mal. Enxerguei um funcionário do evento e pedi para sair e ele liberou a grade:

– Moça, se você sair sabe que não pode voltar mais para a fila né?
– Pode deixar moço, eu não quero voltar aqui nunca mais!
– Nunca mais?
– NUNCA! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKfoto 2 (3)

Saindo de lá fui direto para o stand, porque a fila para conhecer o Gerard já estava imensa! Acho que essa fila foi uma das melhores, foram umas duas horas e pouco, o alivio de ter pego a pulseira e a expectativa de conhecê-lo fez esse tempo passar muuuito rápido!!!
Estava quase chegando a minha vez e como não podia tirar foto com ele, aproveitei a fila para fazer um “cosplay de selfie” e guardar de recordação KKKKKKKKKKKKKK
Consegui pedir para uma menina ruiva que estava na grade do stand tirar algumas fotos quando chegasse a minha vez. Aproveito o momento para agradecer à ela de coração por isso, na correria, o segurança quase não me deixou pegar o celular que estava com ela então nem consegui agradece-la! OBRIGADA MESMO !

Chegando a minha vez eu não conseguia me conter de felicidade, meu coração estava quase saindo pela boca, minhas pernas estavam bambas e 12347835_489119701270951_9161790126187672860_nminhas mãos tremiam. Primeiro peguei o autografo com o super talentoso Gabriel Bá que é quadrinista brasileiro e fez todos os desenhos incríveis do The Umbrella Academy. Depois chegou a vez de finalmente conhecer o Gerard, sério meu coração fica pulando só de lembrar! Queria ter uma GoPro instalada nos olhos ou aquele óculos do Google para assistir o vídeo toda hora. Nosso encontro foi rápido mas foi o suficiente12311324_489063581276563_933948251200972807_n para eu nunca me esquecer e não me arrepender de nada.
Quando entreguei o cartão que eu fiz para ele, ele leu o título “I’m Not Okay (I Promise)”, perguntou se eu estava bem e deu um sorriso com as bochechas coradas. Me surpreendi muito a cor dos olhos dele, JURO que nunca vi nada igual na minha vida, SÃO LINDOS! Também fiquei muito surpresa com a timidez dele quando falei que era um prazer conhece-lo pessoalmente e que eu o amava. Ele ficava todo coradinho e disse “Me too” sorrindo.
Logo em seguida ele perguntou alguma coisa, mas eu não entendi o que ele perguntou. Na hora a tradutora não estava e ele fez uma cara de “VISH ELA NÃO TA ENTENDENDO NADA”, eu não sabendo o que fazer disse “My name is Mariana” e ele deu um sorriso lindo e disse “Nice!!!” kkkkk Me senti no comercial da Megan Fox!
No final para se despedir apertou a minha mão. Isso, para t-u-d-o! MINHA MÃO TOCOU O GERARD WAY, BEIJOS.

Só tenho a agradecer a todos lá do céu que me ajudaram a realizar esse sonho, à minha mãe que me aguenta e suporta minha ansiedade, ao Gabriel Bá pela simpatia, pelo talento e por ser brasileiro, ao Gerard por ter vindo e ser maravilhoso do jeito que eu sempre imaginei, à Devir por traze-lo e deixar nós fãs conhece-lo, à organização da Comic Con Experience pelo evento e claro, ao meu chefe por me deixar ir ao evento em uma sexta feira!!! OBRIGADA MESMO TODO MUNDO!!!

#FOI ÉPICO! ❤

12347829_489539367895651_8358751784486594506_n

#Playlist 5 Músicas do Fall Out Boy para ouvir!

falloutboy

A playlist de hoje é bem nostálgica pra mim! O Fall Out Boy foi uma das bandas que eu ouvia MUITO na minha adolescência, lembro que no meu mp3 tinha uma sequencia enoooorme de músicas deles!
Os clipes da banda também foram bem marcantes na minha vida. Todos os dias eu acompanhava a MIX TV para assisti-los e ficava doida quando estreava um clipe novo! #BonsTempos


01 – Sugar, We’re Goin Down

02 – A Little Less Sixteen Candles, A Little More Touch Me

03 – This Ain’t A Scene, It’s An Arms Race

04 – Grand Theft Autumn / Where Is Your Boy

05 – The Take Over, The Breaks Over

Sete celebridades com quem eu gostaria de casar

Como junho é o mês onde celebramos o dia dos namorados, o Rotaroots sugeriu como tema da blogagem coletiva “Sete celebridades com quem eu gostaria de casar”. Afinal, quem nunca teve uma paixonite por um famoso,né?

Solteira e sonhadora, lá vou eu postar minha lixxxtinha de boys! ❤

01 – Humberto Gessinger

(51 anos, Engenheiros do Hawaii)

Humberto

Pra quem não sabe, sou completamente apaixonada pelo Humberto desde meus 4 anos, ou seja, ele foi meu primeiro amor… ops, é até hoje!

02 – Gerard Way

(38 anos, My Chemical Romance)

gerard

MCR foi a banda da minha adolescência! Acho que foi a banda que eu mais fui fã na vida!
E  fala sério, quem nunca se apaixonou pelo vocalista da sua banda favorita? kkkkkkkkkk
Prazer, Mariana Hessel Way!

03 – Chad Murray

(33 anos, One Tree Hill)

Como se já não bastasse ele ser minha paixão adolescente em “A Nova Cinderela” e “Sexta Feira Muito Louca”, Chad fez o personagem principal (Lucas) em One Tree Hill e me conquistou de vez!

04 – Jared Leto

(43 anos, 30 seconds to mars)

jared

Vou assumir uma coisa que talvez justifique muito das escolhas feitas nesse post: gosto de caras que se pareçam com Jesus! Cabelo grande + barba = AMOR ❤

Quase tive um treco quando vi no snapchat o Jared sem barba, sem cabelo… tô de luto até hoje! 😦

05 – John Mayer

(37 anos, músico)

john

Quando escuto suas músicas não só me sinto melhor, mas me sinto compreendida! É como se ele estivesse aqui em casa, cantando pra mim!
“John Mayer entende minhas crises de um quarto de vida melhor do que qualquer psicólogo.” essa é uma frase incrível do post 5 lições que aprendi sobre amadurecer com John Mayer.

06 – Sean Foreman

(29 anos , 3OH!3)

sean

Ai, essa mania de me apaixonar pelos integrantes das minhas bandas preferidas,viu!?
Além de lindo, o Sean é um cara engraçado, o que me faz pensar que nos daríamos super bem nas palhaçadas!

07 – Ed Sheeran

(24 anos, músico)

ed-sheeran

Esse ruivinho é uma das minhas paixonites mais recentes!! Me encantei com suas músicas e não consigo mais parar de ouvi-lo kkkkkk

E você, com qual celebridade prefere se casar?

#Playlist 5 Músicas da Hilary Duff para ouvir!

hilary duff

A escolhida dessa semana é uma artista mais que completa: Hilary Duff!
Ela começou sua carreira de atriz aos 10 anos com o filme “Gasparzinho” mas seu nome ganhou grande repercussão ao protagonizar a série adolescente Lizzie McGuire do Disney Channel, que chegou até a ganhar seu próprio longa metragem.

Além do excelente currículo como atriz, é autora do best seller “Elixir”, compositora e cantora de grandes hits.

Sempre fui grande fã dos seus trabalhos e todos os filmes de Hilary costumam ter o seu próprio “toque musical” e uma trilha sonora fantástica. Por esses motivos nada mais justo do que dedicar um espacinho para ela na playlist aqui do blog!

01 – Wake Up

02 – Play With Fire

03 – With Love

04 – Come Clean

05 – Stranger

#Playlist 5 Músicas da Katy Perry para ouvir!

katy perry

Assisti recentemente o filme “Part Of Me” da cantora Katy Perry: eu não sabia se cantava, se chorava, se pulava…
Desde que a ouvi pela primeira vez me tornei fã de suas músicas, atitudes, clipes, roupas, etc. Seu repertório musical fez parte de boa parte da minha adolescência, tanto que a minha festa de 18 anos teve como tema “California Gurls”, afinal temos uma paixão em comum: DOCES!!!

01 – Teenage Dream

02 – Firework

03 – Part Of me

04 – Hot n Cold

05 – California Gurls